960x100 basa novo

Deputado Ney Amorim homenageia portadores da Síndrome de Down

Presidente Ney se emociona ao ouvir discurso do servidor Francisco das Chagas, admitido em sua gestão Presidente Ney se emociona ao ouvir discurso do servidor Francisco das Chagas, admitido em sua gestão

Num ato marcado pela emoção, os deputados estaduais, liderados pelo presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), homenagearam, na sessão desta terça-feira, 21, os portadores da Síndrome de Down e seus familiares.

A homenagem faz parte das atividades do Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, que tem como objetivo promover a conscientização das pessoas sobre a importância de se respeitar e valorizar, numa demonstração que os portadores de Down podem conviver normalmente na sociedade.

Durante a homenagem, Ney Amorim, que tem um filho portador da Síndrome de Down, fez questão de ressaltar a importância de se combater o preconceito e garantir a inclusão social de pessoas com Down.

“Tenho um filho que é portador da Síndrome de Down. Ele nasceu com a missão de mudar minha vida e me transformar para melhor. Com o Ney Amorim Júnior, iniciei uma nova fase da minha vida. Ele é meu amigo e meu companheiro em todos os momentos. Nos desafios e nas alegrias ele está sempre ao meu lado”, relatou.

Ney Amorim destacou ainda a sensibilidade de todos os parlamentares que se uniram para homenagear os portadores da Síndrome de Down, visando a sensibilização da sociedade.

Para o presidente da Aleac, a conscientização é um passo importante para eliminar o preconceito e garantir a inclusão de mais pessoas com Down na sociedade, possibilitando que possam viver com mais dignidade.

Atualmente, por uma iniciativa do presidente Ney Amorim, o Poder Legislativo contratou pessoas com Síndrome de Down para compor seu quadro de servidores. Uma das beneficiadas é Celine de França, que trabalha na recepção da Aleac.

Ela faz questão de agradecer a Ney Amorim pela oportunidade. “Essa é uma oportunidade maravilhosa para mim. O deputado Ney tem um filho como eu e ele ama tanto o filho dele, que luta pela gente que tem Down. Meu desejo é que todos iguais a mim, tenham também a oportunidade de trabalhar”, disse.

Outro beneficiado com o projeto de Ney Amorim é Francisco das Chagas, colaborador no setor de protocolo da Aleac. Para ele, o emprego é uma oportunidade de se incluir socialmente e também de colaborar com as finanças da família.

“É muito bom trabalhar e ter meu próprio dinheiro para comprar minhas coisas. O Ney Amorim é muito bom e gosto muito dele. Como não tenho pai, ele é como se fosse um pai para mim”.

Pela manhã, Ney Amorim foi um dos palestrantes do 1º Seminário sobre Síndrome de Down do Acre, organizado pela “Família Down”, no auditório da Unimed.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo