960x100 basa novo

Oito pessoas são presas na 2ª fase da Operação “Avalanche”

Oito pessoas são presas na 2ª fase da Operação “Avalanche”

A Polícia Civil iniciou nas primeiras horas desta terça-feira, 19, a 2ª fase da Operação “Avalanche” em sete municípios do Acre. Ao todo, foram executados 54 mandados judiciais com um total de 48 pessoas presas em Rio Branco e em outras seis cidades do interior.

Participaram da ação policial as delegacias do Bujari, Decco, Dic e 4ª Regional com a participação direta de mais de 90 agentes, 8 delegados e 16 escrivães. A operação foi realizada em 7 municípios do Estado, compreendendo Brasileia, Sena Madureira, Senador Guiomard, Bujari, Xapuri, Senador Guiomard, Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

As investigações tiveram início há doze meses e é uma continuidade da 1ª fase da Operação “Avalanche” desencadeada em agosto do ano passado contra a criminalidade.

Emylson Farias, secretário de segurança, ressaltou a eficiência das policias e voltou a citar a importância de uma reforma do sistema criminal no país.

“Precisamos discutir urgentemente nossas leis, porque, as polícias estão prendendo, mas é inaceitável que daqui três meses, por força de lei, essas pessoas já estejam soltas, cometendo novos crimes”, disse.

Conforme o secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela, em agosto do ano passado foi executada a primeira fase da Operação “Avalanche”, com 52 mandados de prisão. “Hoje desencadeamos a 2ª fase, que resultou no cumprimento de 54 mandados, sendo 49 prisões e 05 de busca e apreensão de menores”, destacou.

O delegado Pedro Henrique Rezende, responsável pela investigação, disse que há mais de um ano a Polícia Civil estava no encalço dessas pessoas, que; em sua maioria possuem ligações com organizações criminosas.

“Entre os delitos imputados aos presos desta operação estão homicídio, roubo, furto e estupro. Nosso objetivo é retirar da sociedade esses criminosos que abalam a paz social” esclareceu Rezende. (Assessoria-Sepc)

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo