960x100 basa novo

Professores e técnicos do ensino integral já recebem bolsas remuneratórias este mês

Professores e técnicos do ensino integral já recebem bolsas remuneratórias este mês

A Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) aprovou nesta terça-feira, 6, projeto de lei do Executivo que concede bolsas remuneratórias para os educadores que atuam nas sete escolas do ensino integral em Rio Branco. O PL 52/2017 foi aprovado pelos 16 deputados presentes à sessão e vai beneficiar ao menos 402 servidores da Secretaria de Estado de Educação e Esporte, a SEE.

O maior número de beneficiários é de professores, 203 no total, e que terão R$ 800 incorporados aos seus salários. Outros 157 servidores de apoio e sete secretários escolares vão receber R$ 400 cada um. Sete auxiliares de coordenador geral e sete coordenadores administrativos passam a receber R$ 800 de bolsa, assim como também são sete os coordenadores de ensino, que terão R$ 1 mil acrescidos a seus vencimentos.  Já os diretores de escolas recebem R$ 1,6 mil.

De acordo com a SEE, o pagamento já cai na folha deste mês de junho e será retroativo a abril e maio e junho. Para o líder do governo na Aleac, o deputado Daniel Zen (PT), a escola de ensino integral é um mecanismo eficiente para a redução do risco de adolescentes serem aliciados pelo tráfico de drogas.

“Infelizmente, os nossos garotos estão muito suscetíveis às facilidades ilusórias das drogas. Por isso, a escola de tempo integral é para isso, para ministrar os conteúdos que a escola tradicional não dá e que retira esses estudantes da possibilidade do aliciamento”, afirmou o parlamentar.

Zen foi o primeiro a defender programas institucionais de bolsas para gratificações de profissionais, não só do ensino integral quanto da educação básica e as demais modalidades de ensino.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo