960x100 basa novo

Eterno voltar

Passei um mês no Acre, meu Estado de nascimento. Sempre vou ao Acre nessa época do ano. Viajo em missão, para ajudar os parceiros Manoel Façanha e Danto Freitas na…
Leia mais ...

A cor do céu de cada um

Se cada time tivesse para si um céu da cor da própria camisa, a abóbada celeste sobre a cabeça do Atlético Acreano seria sempre azul. Um azul daqueles de doer…
Leia mais ...

O dilema da arbitragem

Desde que o futebol tomou conta da vida de grande parte dos seis bilhões e cacetadas de sujeitos desse imenso planeta bola que se discute a questão da arbitragem. Não…
Leia mais ...

Confissões

Devo confessar que eu não esperava um desempenho assim tão convincente do Rio Branco nas primeiras rodadas da série D do campeonato brasileiro de 2017. O Estrelão acreano, a essa…
Leia mais ...

Valdir Silva e Augusto

Conforme eu disse numa crônica anterior, durante quatro dias do mês de maio flanei pelas agradáveis e simpáticas avenidas da sempre bela capital amazonense. E, como não poderia deixar de…
Leia mais ...

Boa largada

Foi boa a largada dos times acreanos no campeonato brasileiro da série D deste ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo. Boa não. Pode-se dizer que foi ótima. Dois…
Leia mais ...

Adriano

O tema da crônica de hoje deveria ser o bom momento dos times acreanos na série D. Afinal de contas, Atlético e Rio Branco, neste momento, são cem por cento…
Leia mais ...

Giro pelo Amazonas

Durante quatro dias dessa semana que recém passou andei batendo pernas por Manaus e arredores. Flanar pelas ruas da capital amazonense não é, necessariamente, uma novidade para mim. Já estive…
Leia mais ...